Feels like home.

Ando sentindo saudade demais de casa. E isso inclui mãe, pai, irmão mais novo que me ama muito mas ainda não sabe, cachorra, vó, tio, tia… tudo. Mas não só disso, acho que eu sinto saudade de quando eu ficava lá o tempo todo, perto de todo mundo. De pular em cima do meu irmão, de pedir pra ele aprender alguma música nova no violão. Saudade de ouvir as piadas da minha mãe e demorar horas pra entender. De ouvir meu pai recitar “Batatinha quando nasce” na sua versão em inglês, que não faz sentido nenhum. Saudade de quando eu via meus amigos de “desde sempre” todos os dias. De comer Fofy vendo desenho, e ir narrando o que eu ia fazer: – “agora eu vou comer a perna, e você, Bruna?” – “ah, eu também!”. Saudade da Loira, da Luna, da Bixa, da Cê… das minhas meninas que agora moram longe e que não vejo nunca. De quando minha mãe me levava pra escola, pro inglês e pra casa ver tv. De quando eu não precisava pensar “ai meu Deus, o que é que eu vou fazer da minha vida agora?”.

Não quero crescer. Posso ser criança pra sempre?

E pra mim faz sentido, esse post combina com essa música: Newton Faulkner – Feels like home

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Não-categoria

6 Respostas para “Feels like home.

  1. Juh

    não tem saudade de mim, porque eu faço questao de nao deixar! uhahuahuahua amo vc, bixa!

  2. Rosa

    Saudade é a melhor e a pior coisa do mundo de sentir.

    mas tudo isso ai, que te dá saudade, hoje te constitui. por isso tu virou esse mulherão.

    te amo.

  3. Marissa (Gabi)

    Mari, a criação desse blog é um jeito de você pôr pra fora certas coisas, e de um jeito tão boniito! Isso me deixa feliz hahaha ^^

    Eu acho que não conheço de fato o tipo de saudade que você descreve, porque ainda não morei fora de casa, mas me solidarizo (é assim que escreve?) com a causa… Saudade, citando alguém que não lembro o nome, é a maior prova de que o passado valeu a pena. É meio clichê, hehe, e não que sua família esteja no passado, mas a sua vida de antes está, e como a Rosa disse, isso te constitui.
    Tenho certeza que de um jeito muito bom. =)

    Não sei mais o que dizer hehehe…
    Beijos!

  4. chão

    duas. com as devidas modificações pra minha família hihi

  5. Quando você mencionou “Batatinha Quando Nasce” em inglês eu só pude pensar em: “Little potato up it grows and goes spreading all its toes…” hahahaha… fez um pouco de sentido, sim!

    Muito bom. Que figuras, seus pais. Rachei o bico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s